Quem somos

Designers

Esse é o caminho certo, com certeza dá mais trabalho, mas é nosso futuro e precisamos deixar esse legado para nossos filhos.

Kariny, fundadora da Petit Môme

E assim a Petit Môme começou a nascer com o apoio de toda sua família.  O pai, que é contador, ficou com os cuidados fiscais; o irmão, advogado, colaborou com as necessidades jurídicas para registrar a marca, que foi pesquisada diariamente pelo sogro para encontrar a combinação perfeita com “Petit”. Além disso, as avós foram essenciais, atuando como rede de apoio para cuidar de suas filhas Maria Clara e Olívia, além da cunhada Verena, que, com seu talento para trabalhos manuais, deu umas sugestões aqui e ali, até se tornar sócia da empresa. 

Suas filhas inspiram os modelos, cada uma no seu perfil. Maria Clara gosta de tudo confortável, sem incomodar. Assim, o modelo de vestido que leva seu nome vem com ajustes nas laterais para adaptar de acordo com o tamanho da criança, conforme for crescendo. Já Olívia é mais romântica, gosta de babados e laços. “Olívia herdou muitas roupas da irmã mais velha, por isso acho importante pensar em peças que possam ser usadas por mais tempo. A versatilidade também ajuda as mães e pais na hora de vestir os pequenos, para ser um momento gostoso em família”, comenta Kariny. 

As coleções são pensadas de acordo com a realidade que as sócias estão vivendo.

As primeiras coleções, por exemplo, levaram os nomes Semear e Florescer. A última é chamada Reencontro, pois celebra o momento das pessoas finalmente voltarem a se abraçar e aproveitar a vida juntos. A paleta de cores é em tons de cru e rosé, as peças são produzidas sem estampas, para atender a todos os gostos, além de poderem ser usadas em diferentes estações. Uma camisa por baixo de um vestido já vira um look de inverno, o que também é ótimo para o clima de algumas cidades que mudam de temperatura ao longo do dia. Os nomes das peças são de crianças próximas, seja da família, como os amigos das filhas, escolhidos de acordo com o estilo de cada uma.  

Petit Môme

casaco davi caramelo

Petit Môme

conjunto anastácia – azul

A sustentabilidade é a base dos valores da marca.

“Esse é o caminho certo, com certeza dá mais trabalho, mas é nosso futuro e precisamos deixar esse legado para nossos filhos”, explica.  A cada coleção aumenta o uso de materiais sustentáveis na matéria-prima, o resíduo têxtil gerado na produção é reciclado e é evitado o uso de plásticos nas embalagens dos produtos. As estrelas também estabeleceram uma parceria com a ONG ECOTECE na coleção Reencontro, a qual foi 80% produzida por uma cooperativa de mulheres da Zona Leste de São Paulo para gerar trabalho e renda na região. 

Com pouco mais de um ano no mercado, a Petit Môme está radiando com muitas conquistas, inclusive a incorporação de uma marca, a Borboletinha Babies, pela qual Kariny se inspirou. “Queremos ser lembradas por participar de momentos importantes na vida das crianças, que nossas peças passem de irmão para irmão, proporcionando uma moda mais consciente, com afeto, e que marcas autorais, feitas por mães, possam brilhar e serem a primeira escolha na hora da compra”, declara Kariny. 

Quer conhecer mais sobre nossas estrelas-designers? Acesse Designers no nosso site e confira essa constelação brilhante!

compartilhe esse carinho

Conheça mais conteúdo sobre nossos parceiros

28/11/2023 • Dacosta Verde

Estilo e sustentabilidade em bolsas multifuncionais

ver artigo completo
11/10/2023 • Designers

Enfant Bisu: roupas infantis clássicas e confortáveis pela celebração da infânciaEnfant Bisu:

ver artigo completo
04/10/2023 • Designers

Protetor solar infantil natural, vegano, hipoalergênico e amigo da vida marinha: Mami Wata

ver artigo completo
30/09/2023 • Bertha e Jerome

Bertha e Jerome: o encontro entre o básico, o essencial e o irreverente em roupas sem gênero para crianças de 1 a 10 anos

ver artigo completo
Ver mais publicações

Conheça mais parceiros que amamos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: