Quem somos

Saúde e bem-estar

Mudanças positivas na rotina de casa para um 2023 com mais leveza

Saúde e bem-estar

Mudanças positivas na rotina de casa para um 2023 com mais leveza

Num tempo de tantos excessos - de telas, de informação - saber apreciar o que verdadeiramente importa no dia a dia é praticamente uma dádiva. Para um ano com menos correrias e mais presença, menos check nos afazeres e mais check na vida de quem amamos, é preciso fazer um reajuste nos pensamentos, que irão resultar em atitudes mais conscientes de presença. Quem nos ajuda a trilhar por esse caminho é a terapeuta Thetahealing Sonia Sertório.

02/02/2023

Na virada do ano é comum fazermos aquela retrospectiva dos pontos fortes e fracos dos últimos meses. De avaliar o que desejamos levar para o próximo ano e o que é preciso deixar para trás. Sem dúvidas, a correria do dia a dia precisa ser repensada. É comum termos a sensação que os afazeres cotidianos dominaram a rotina de casa, sugaram toda a energia. E assim, presos nestas infinitas ocupações, deixamos de cuidar do que realmente importa.

O primeiro passo para viver uma vida com mais leveza, alegria e significados é entender que a transformação que tanto buscamos está dentro de nós e não fora. “Vivemos um mundo de excessos, de telas, de muitas informações e, muitas vezes, ficar alguns minutos sem fazer nada se torna muito desafiador. O resultado desse excesso são pessoas cada vez mais adoecidas fisicamente, energeticamente e mentalmente. E isso vale para toda a família, pois as crianças também vêm sentindo muita agitação interior, angústia, ansiedade e depressão, até porque refletem grande parte dos sentimentos familiares”, diz a terapeuta de Thetahealing, Sonia Sertorio. A técnica trabalhada por Sonia vem se popularizando em todo o mundo e consiste em acessar o estado de consciência por meio das ondas cerebrais Theta, conectando assim com a própria existência para criar uma nova realidade.

Atenção ao pensamento como ferramenta na rotina de casa

Atenção ao pensamento

Para que a sua rotina seja mais leve e feliz, é necessário mudar, primeiramente, a forma de pensar. Isso porque pensamentos geram sentimentos e sentimentos geram as ações. Na prática, agimos de acordo com tudo o que sentimos. “E muitos dos nossos pensamentos estão atrelados às crenças que são passadas por gerações. Carregamos sentimentos de medos, fracassos, traumas das histórias familiares e, inconscientemente, reagimos a tudo isso e atraímos situações e pessoas em sintonia com tudo isso para que possamos aprender e evoluir. Por isso é tão importante ficar de olho nas situações que se repetem e em tudo o que estamos vivenciando”, aconselha a especialista.

A ansiedade e o pensamento acelerado são marcos da nossa época e trazem reflexos negativos para adultos e crianças. “No entanto, um excelente exercício para os pais fazerem e também repassarem aos seus filhos é trazer à consciência que todos os dias teremos milhares de pensamentos, mas que nem tudo está acontecendo no momento presente. Muitos pensamentos estão atrelados às situações vivenciadas no passado e que trazem ao nosso mental uma sensação de peso, angústia e medos, e são ferramentas do nosso mental buscando sobreviver e evitar vivenciar novamente a mesma situação. Mas o que irá acontecer não depende do que já aconteceu”, explica Sonia Sertorio. 

A seguir, a especialista apresenta sugestões de mudanças que ajudarão as famílias a enxergar sob uma nova ótica os desafios do dia a dia e, consequentemente, podem resultar numa convivência mais consciente, leve e harmoniosa.


Pausas contemplativas

Parar para contemplar uma flor, uma árvore ou algo da natureza, ainda que no meio da rua numa cidade agitada, é se manter em sintonia com o fluxo abundante da vida, sintonizando-se com ele. Isso acalma os pensamentos, traz clareza em meio a momentos de distração ou desafios e pode resultar também numa capacidade maior de escuta do outro. O que, sem dúvidas, é algo muito benéfico para o relacionamento entre pais e filhos. 

Pote da gratidão como ideia para inserir na rotina de casa


Pote da gratidão

Agradecer é um ato empoderador que nos ajuda a manifestar os nossos sonhos. Agradecer tem a ver com celebrar. Uma ótima maneira de se criar momentos de conexão com a gratidão junto às crianças, transformando momentos comuns em momentos incríveis, é listando situações do dia que trouxeram sentimentos de alegria e gratidão. Se já forem alfabetizadas, peça para escreverem esses momentos e colocarem os papeizinhos num pote. Se não forem alfabetizadas, escreva por elas, permitindo que participem desse processo. Conforme a criança percebe que o pote vai se enchendo, mais ela sente o transbordar de possibilidades e concretização, o que é muito positivo e estimulante.

Adeus medos!

Outra ferramenta simples de implementar no dia a dia e que traz resultados muito poderosos, tornando os dias mais leves, é listar os medos e fazer a roda do medo em família. Funciona assim: todos devem se sentar em círculo e cada pessoa irá relatar e escrever o que lhe causa medo. Isso ajudará a estarem presentes na escuta e vulnerabilidade de quem se ama. Outra possibilidade é o adulto queimar o papel com a descrição do medo numa vela dentro de um bowl, junto de toda a família.

O fogo transmuta a energia e libera o espaço dos medos, sendo assim uma excelente ferramenta para aprender a comunicar o que está sentindo e praticar a escuta ativa.

Sonia Sertorio

Meditação é sempre bem-vinda uma rotina de casa que flui melhor

Por último, mas não menos importante, a meditação é uma excelente ferramenta que nos possibilita observar os pensamentos e deixá-los passar sem que sejamos absorvidos por eles. “Muitos falam em aquietação da mente, mas isso é muito desafiador. Por isso, grande parte das pessoas acabam desistindo da meditação. Quando entendemos que o principal objetivo é observar os pensamentos, passamos a perceber que conforme deixamos de nos identificar com eles, vamos criando espaço e isso nos possibilita entrar em contato com novas possibilidades e com maior expansão da criatividade”, diz Sonia. Sair do barulho mental e reconhecer a própria força leva à percepção dos aprendizados diários vivenciados e, assim, há maiores chances de passarmos a viver com mais leveza. “E quanto mais cedo aprende-se a observar os pensamentos e perceber o que está sentindo, será muito mais fácil lidar com tudo isso. As crianças podem e devem praticar a meditação e a atenção plena”, conclui. Falamos bastante sobre como fazer isso em nossa conversa com o Dr. Marcelo Demarzo, médico especialista em mindfulness, fundador e atual coordenador do Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde – Mente Aberta, braço acadêmico da Escola Paulista de Medicina da UNIFESP.

Nós, da Stellar, desejamos que esse 2023 seja um ano de muitas conquistas, realizações e também de conscientização da importância da presença de quem amamos. Que possamos aquietar o coração para sentir com mais profundidade e plenitude tudo o que a vida pode nos proporcionar. Que tenhamos mais momentos de abraços, toques e afetos, e menos telas e compromissos “inadiáveis” na agenda. Porque inadiável mesmo é vivenciar os momentos junto à família e apreciar mais de perto a infância de nossas crianças!

compartilhe esse carinho

Você também vai gostar de ver

29/02/2024 • Saúde e bem-estar

Dicas para uma introdução alimentar de qualidade

ver artigo completo
27/02/2024 • Família

Ter relações sexuais próximas à criança, pode interferir no seu desenvolvimento e causar traumas.

ver artigo completo
22/02/2024 • Saúde e bem-estar

A importância da educação sexual para as crianças

ver artigo completo
20/02/2024 • Educação

Brigas entre irmãos: como lidar para criá-los respeitando suas individualidades

ver artigo completo
Ver mais publicações

Nossos temas favoritos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: