Quem somos

Educação

7 lições de Maxeme Tuchman, para criarmos crianças empáticas e socialmente responsáveis

Educação

7 lições de Maxeme Tuchman, para criarmos crianças empáticas e socialmente responsáveis

A convite de Stellar, Maxeme Tuchman, CEO e cofundadora da plataforma interativa Caribu, traz dicas simples e ao mesmo tempo fundamentais para estimular essa geração de crianças a serem mais igualitárias. Porque a transformação que desejamos para o mundo e o futuro dos nossos filhos começa na primeira infância, nas conversas que surgem à mesa, na brincadeira que rola na sala... Vamos juntas nessa?

16/08/2022

Já está mais do que provado que muitas das características e posicionamentos que os adultos carregam são reflexo da maneira como foram criados. Entender o nosso papel enquanto mães e pais nesse processo de formação de um ser humano é também nos empoderarmos e apropriarmos da responsabilidade e capacidade para estimular nossos filhos a serem as melhores pessoas que eles podem ser. 


Existem diversas formas de fazer isso. Todas elas exigem presença e boas doses de trocas sinceras, escuta ativa, conversas. Também podemos aprender com os especialistas em educação e estudiosos da parentalidade. Hoje iremos aprender com Maxeme Tuchman, CEO e cofundadora da plataforma interativa Caribu

De origem cubana, ela ultrapassou limites e preconceitos não apenas de sua raça como também de gênero e conquistou uma carreira brilhante nos Estados Unidos, alcançando seu lugar ao sol num setor que é predominantemente masculino: o da tecnologia. O aplicativo criado por ela une atualmente famílias em 200 países do mundo. Com uma história e bagagem ímpar, a criadora da premiada startup de educação e tecnologia para crianças, familiares e amigos, Max – como gosta de ser chamada – iniciou sua carreira de educadora como professora de escola pública.

O compromisso com a equidade educacional sempre foi marca registrada de Maxeme, que se tornou integrante do Teach For America, ensinando 480 alunos do ensino médio no centro da cidade de Miami, e levando-os a trabalhar em projetos de inovação educacional com organizações renomadas como a Fundação Bill e Melinda Gates, da qual se tornou consultora. Tempos depois, foi nomeada pelo então presidente Barack Obama para atuar como consultora sênior e membro da Casa Branca no Departamento do Tesouro dos Estados Unidos. Nesse cargo, Max atuou em questões de inclusão financeira e empréstimos estudantis.

Todo o know-how que acumulou ao longo da vida sobre educação, tecnologia e, principalmente, humanidade, foram fundamentais para a criação da plataforma Caribu, que ajuda as crianças a terem encontros virtuais com a família e os amigos quando não podem estar fisicamente juntos. O aplicativo deu tão certo que vários prêmios começaram a chegar, entre eles, Caribu é um dos 15 “Melhores Aplicativos de 2020″, da Apple; uma das Melhores Invenções pela Revista TIME; fez parte da lista de World Changing Ideas, da Fast Company; e foi nomeada uma das ‘Top Ten EdTech Companies to Watch”, pela Forbes. 

O aplicativo multiplataforma ajuda pais, avós e familiares a lerem, desenharem e jogarem durante uma videochamada interativa com os pequenos em suas vidas, não importa o quão distantes estejam. Desde a sua fundação, o aplicativo teve como objetivo ser uma experiência segura para crianças, com design elegante, curadoria cuidadosa e diversão para todas as idades. O Caribu conta ainda com uma biblioteca repleta de livros, folhas para colorir, atividades, jogos e pacotes de adesivos digitais de marcas infantis consagradas. 


Os mais de 15 anos dedicados à educação mais igualitária trouxeram bons ensinamentos à Maxeme Tuchman. E agora ela compartilha conosco as lições de vida que podem começar a serem colocadas em prática com seus filhos, na sua casa, hoje mesmo. Anote aí:

Não tenham medo de errar.

Só aprende verdadeiramente com os processos da vida quem não tem medo de errar. Porque é tropeçando, caindo e levantando que experimentamos o mundo e nos abrimos para as possibilidades e oportunidades, em todas as áreas da vida. Ter medo de errar nos impede de tentar e nos torna reféns de fazermos apenas o que já sabemos que dá certo. Permita que seus filhos errem. Evite criar expectativas idealizadas demais que farão com que os erros cometidos por eles – e por você – ao longo do caminho sejam encarados como fracassos.

Valorize o trabalho das mulheres e seja uma guerreira da justiça social.

Ensine sobre a equidade de gêneros e sobre o respeito social aos seus filhos, com as suas práticas diárias. Compre de negros, das pessoas LGBTQIA+, de pequenos produtores. Veja se o número de homens e mulheres em cargos da comunidade que você faz parte estão em equidade e fale disso com as crianças. Lembro que quando estávamos começando a construir nossa comunidade de tecnologia em Miami, percebemos que todos estavam criando o que chamamos de “Man-els”, que são painéis cheios de homens. Convidavam uma ou outra mulher para se juntar a eles, mas se ela não estivesse disponível, a busca parava ali mesmo. Então, em resposta a isso, criamos a Binders Full of Women, para mulheres empreendedoras se conhecerem e recomendarem umas às outras, garantindo que nossas vozes e perspectivas fossem ouvidas. Acabamos diversificando painéis e conferências e ajudamos muitas mulheres a se tornarem conhecidas como líderes de pensamento em nosso ecossistema. E podemos fazer isso no nosso dia a dia com as crianças.

Saia da sua bolha e estimule a diversidade.

Olhe ao seu redor e pense nas diversas experiências de diferentes pessoas. Será que na escola dos seus filhos, no parque e nos lugares que ele frequenta há várias origens socioeconômicas representadas? Alguém com habilidades diferentes? Fale sobre isso com seus filhos e ouça o que eles têm a dizer sobre as suas experiências. Faça questão de mostrar aos seus filhos que eles devem estar abertos às novas vozes e opiniões em seu círculo de amizades.

Não abra mão de ser você.

Quantas vezes mudamos o que somos para nos encaixarmos melhor neste ou naquele grupo. Nessa ou naquela empresa. E com isso vamos perdendo o que só cada um de nós tem: a nossa autenticidade. Ninguém pode ser você e isso é incrível! Numa organização que trabalhei, senti que tinha que ser super dura porque achava que para ser boa líder deveria ser durona e tomar decisões por todos os outros. Eu estava completamente enganada! As pessoas moverão montanhas por sua missão e por você quando você for apenas você mesmo. E ensinar aos seus filhos esse aprendizado é libertador e muito empoderador, acredite! 

Tenha orgulho da sua origem.

Nós, latinas, crescemos fazendo barulho, dançando ao som de música alta, passando tempo com famílias grandes, gritando durante grandes refeições e usando muita cor. No entanto, nos pedem para diminuir o tom quando chegamos a lugares de liderança e no mundo dos negócios. E assim, achamos que devemos nos comportar como todos ao redor, deixando de lado o que temos de melhor. Isso jamais deve acontecer. Sua criança tem todo potencial pela frente. Ela tem as ideias dela, que somente ela poderá executar da forma como imaginou. Incentive isso.

Escolha vencer todos os dias.

Ninguém pode lutar suas batalhas por você e, às vezes, apesar de se sentir desesperada numa situação difícil, pense em como sair do “fundo do poço”. Você vai escolher reclamar, perder as esperanças e se sentir derrotada? Ou você vai renascer das próprias cinzas que o construíram e continuar avançando em direção ao seu sucesso? Continue aprendendo com seus erros e nunca perca a esperança! Há pessoas no mundo que não querem ver seu sucesso porque estão com medo das adversidades e sabem que você pode ir além delas. Interrompa esse sistema e assuma o controle da sua vida e das suas decisões sem nunca duvidar de si mesma ou de suas habilidades. Certamente seus filhos serão reflexo dessa atitude e verão a vida por essa lente também.

Não subestime ninguém.

Ao longo da vida podemos ser subestimados pela cor de pele, sotaque, nome, lugar onde moramos. Como viramos esse jogo? Aprendendo a não subestimar ninguém e ensinando isso às crianças. Elas não devem subestimar e nem acreditar no que ouvem quando estiverem sendo subestimadas. Isso é conversa para falar em casa e assim aprofundar as raízes e criar seres humanos mais confiantes e respeitosos.


Max é inspiração para todos que cruzam seu caminho e esperamos, de coração, que tê-la apresentado à você acenda aí dentro a chama de continuar acreditando e perseguindo os seus sonhos. Ser mãe e ser pai, por si só, é ser líder, é ter a oportunidade de inspirar e estimular as crianças, o futuro da nossa sociedade e do nosso país. Vamos juntos nessa constelação contribuir para um amanhã melhor. Para nós e para os nossos filhos. 

Gostou de conhecer a história da Max? Conheça ainda mais ideias sobre educação em nosso site.





compartilhe esse carinho

Você também vai gostar de ver

29/02/2024 • Saúde e bem-estar

Dicas para uma introdução alimentar de qualidade

ver artigo completo
27/02/2024 • Família

Ter relações sexuais próximas à criança, pode interferir no seu desenvolvimento e causar traumas.

ver artigo completo
22/02/2024 • Saúde e bem-estar

A importância da educação sexual para as crianças

ver artigo completo
20/02/2024 • Educação

Brigas entre irmãos: como lidar para criá-los respeitando suas individualidades

ver artigo completo
Ver mais publicações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossos temas favoritos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: