Quem somos

Diversão

Arte para crianças que promove consciência ambiental brincando

Diversão

Arte para crianças que promove consciência ambiental brincando

Conheça a estamparia vegetal, arte para crianças que promove consciência ambiental através do brincar 

30/05/2022

Vai dar aquela volta na pracinha para o banho de sol? Saiba que ela pode render, além de um tranquilo passeio, matéria-prima para uma atividade divertida e inteligente: a estamparia de folhas. Conheça esta arte para crianças baseada na importância da educação ambiental e saiba como produzir com as crianças lindas estampas em papel a partir de folhas vegetais, que podem ser ponto de partida para o desenvolvimento do olhar científico, da pesquisa e da arte.

Preparação para o passeio


A brincadeira começa no olhar. No próximo passeio pelo bairro ou no parque, separe uma cestinha bonita ou um pote com tampa, até mesmo um envelope, e convide a criança a prestar atenção à variedade de folhas vegetais que possam estar no chão ou ainda nas árvores.


Na caminhada

Reparem na diferença de tamanho e de cor entre as folhas. Vejam que algumas espécies têm mais ou menos folhas, apresentam flores ou frutos, que isso se altera com a passagem do tempo e das estações do ano, quem sabe vocês não têm a sorte de se deparar com um ninho? Conforme vão observando, coletem algumas folhas de tamanhos e cores diferentes e guardem para uma surpresa bem divertida quando chegarem à casa, crie um clima de surpresa.

Em casa

De volta ao lar, preparem o ambiente para o início da estamparia. Vocês vão precisar de:

  • folhas sulfite
  • giz de cera (de preferência aqueles grandes e grossos, mas pode ser com qualquer um)
  • as folhas coletadas no passeio.

A estamparia é uma atividade muito simples.

  1. Basta pegar cada uma das folhas e colocar abaixo do papel, com as nervuras da folha para cima e a parte mais lisinha para baixo.
  2. Organize as folhas como quiser.
  3. Depois passe no papel no lugar onde está a folha o giz de cera na horizontal (com o giz “deitado”, não com a ponta),
  4. Voi-lá: vocês verão a imagem da folha ser reproduzida como mágica!


Apesar de simples, esta é uma atividade que pode conduzir conversas muito frutíferas e inteligentes para nossos pequenos artistas-cientistas. Inicie a observação dos diferentes tipos, cores e tamanhos das folhas coletadas. Quais são as partes do corpo de um vegetal? Qual a função das folhas nas árvores? Por que as espécies vegetais são tão diferentes? Essas e outras perguntas já começam a despertar nas crianças a curiosidade e o envolvimento com a atividade.


É neste ponto que estabelecemos o link com a pintura da estamparia! Apenas conseguimos produzir as estampas porque as folhas possuem veios responsáveis por possibilitar o caminho dos nutrientes e da água pela planta. É uma parte fundamental para sua alimentação!

Após reparar nos veios das folhas, é possível ampliar o olhar e observar os maravilhosos padrões de semelhança existentes no planeta. Assim como os veios das folhas, o que mais existe com esses mesmos padrões de desenho? Esta pesquisa é linda e pode desembocar na observação dos vasos sanguíneos dos animais e do ser humano, nos raios, nos rios vistos de cima a partir de fotos de drones, além de outros padrões. Este momento da atividade pode ser utilizado para conversar sobre a função do sangue no corpo humano, a importância de uma boa alimentação, de atividade física etc. Além disso, aproveite a deixa para levar a criança a uma visão mais global e orgânica da natureza: se os vasos sanguíneos e os veios das folhas são responsáveis pela alimentação do corpo e são tão parecidos com rios, será que os rios também são responsáveis por alguma alimentação no planeta? Algumas perguntas podem ficar em aberto, apenas despertando o olhar atento e a curiosidade.



Depois de estampados, os desenhos das folhas podem ser usados como base para outros desenhos compostos a partir deles. As folhas estampadas podem por exemplo ser usadas como asas de uma ave, desenhada após a estamparia, ou ainda a orelha de um cachorro, o corpo de um peixe, e tudo aquilo que sua imaginação mandar. É possível também combinar as diferentes folhas com seus diferentes tamanhos, montando com elas corpos e paisagens e depois estampar.

Para crianças pequenas, com deficiência ou qualquer comprometimento da coordenação motora fina, o uso do giz de cera grande e grosso é ótimo, porque permite a brincadeira, sem a necessidade do movimento de pinça com a mão. Aproveite também o momento para observar as folhas que estiverem na geladeira. O que teremos hoje no jantar? Hmmm, que tal fazer uma estampa a partir da folha do brócolis ou do espinafre que comeremos mais tarde? Desta forma, a criança pode ter a oportunidade de se relacionar de uma maneira diferente com os vegetais e eventualmente se abrir e experimentar novos alimentos.

Venha se divertir também. Bom passeio pelo mundo da estamparia vegetal! Para mais ideias divertidas para experimentar em família, confira no nosso site na nossa página de Diversão.

​​

compartilhe esse carinho

Você também vai gostar de ver

29/02/2024 • Saúde e bem-estar

Dicas para uma introdução alimentar de qualidade

ver artigo completo
27/02/2024 • Família

Ter relações sexuais próximas à criança, pode interferir no seu desenvolvimento e causar traumas.

ver artigo completo
22/02/2024 • Saúde e bem-estar

A importância da educação sexual para as crianças

ver artigo completo
20/02/2024 • Educação

Brigas entre irmãos: como lidar para criá-los respeitando suas individualidades

ver artigo completo
Ver mais publicações

Nossos temas favoritos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: