Quem somos

Mundo melhor

Filhos conscientes - como ensinar seu filho a cuidar da água?

Mundo melhor

Filhos conscientes - como ensinar seu filho a cuidar da água?

Acompanhe mais um artigo da série Filhos Conscientes, desta vez, com dicas de como ensinar nossos filhos a cuidar da água, com ideais práticas, eficientes e possíveis de aplicar no cotidiano.

05/10/2022

Aqui na Stellar, continuamos firmes em nosso compromisso e postura responsável frente às ações que desempenhamos enquanto mulheres, empreendedoras e responsáveis pela educação de nossas crianças. Confira mais um artigo da série “Filhos conscientes” com dicas práticas para inserirmos no nosso dia a dia, apesar da correria, ações possíveis e eficientes para que as crianças construam autonomia e consciência da necessidade de cuidarmos do planeta. Dessa vez pensemos sobre como cuidar da água, mas confira também os dados e dicas da nossa matéria, “Filhos conscientes: como ensinar o seu filho a cuidar da terra?”. 


A água é o bem mais precioso à nossa vida e, felizmente, no Brasil temos 12% de toda a disponibilidade de água doce do mundo. A região amazônica concentra 80% da água doce em nosso território, enquanto as grandes cidades próximas ao oceano possuem menos de 3% das reservas de água potável por aqui.


Não obstante à importância de cuidarmos da água enquanto recurso fundamental e coletivo, a Fundação SOS Mata Atlântica revela em estudo que dos 278 pontos de coleta de água doce analisados, apenas 18 deles (6,5%) apresentam qualidade considerada boa para o consumo. A maior parte dos rios encontra-se em qualidade regular, 74,5%, ao passo que 17,6% são considerados ruins e 1,4% estão péssimos.


Segundo esse estudo, os rios que estão considerados como regulares ainda mantêm sua capacidade de diluir os poluentes que recebem, porém se ocorrer qualquer mudança climática, como uma seca por exemplo, os rios perdem sua eficácia e passam a ser classificados como ruins.


O principal motivo de contaminação de nossas águas é a falta de estrutura de saneamento básico, devido ao crescimento irregular das grandes cidades, assim como outros fatores como o aumento do uso de fertilizantes químicos (que acabam por contaminar as águas subterrâneas que depois vão em direção aos rios), além de tragédias como rompimento de barragens, tal qual a que observamos em Brumadinho (MG) em 2019.


Daí ser fundamental estarmos todos empenhados no cuidado com a água, inclusive as crianças. Acompanhe a seguir dicas de como inserir no cotidiano da sua família, ações para que seus filhos entendam a importância do cuidado com a água:


1. Observem juntos as consequências da falta de água nos seres vivos

Comece mostrando efetivamente a importância da água para todas as formas de vida. Escolha um vaso de plantas em casa e deixe sem regar por alguns dias, mostrando à criança os efeitos que a falta de água causa na planta. Em seguida, passe a regá-la por alguns dias frequentemente, sempre na companhia da criança, e observem a diferença. Explique que nenhum ser vivo sobrevive no planeta Terra sem água, aproveitando para salientar a importância de nos hidratarmos corretamente, de cuidarmos da hidratação dos nossos pets e da água.

2. Recolham em família a água da chuva, mesmo que em pequenas partes

Caso seja possível na sua casa, recolha a água da chuva, ainda que em baldes ou bacias. Use esta água depois para regar as plantas ou para limpeza. Esta atividade é excelente para ser realizada com frequência na época de chuvas, porém se não for possível dentro da sua realidade, não se preocupe. Lembre de manter a água armazenada em recipiente com tampa, evitando assim a proliferação de mosquitos causadores de doenças. Aproveite o momento para conversar com as crianças sobre a importância de termos outras opções de acesso à água e sobre a economia de água potável, que é tão rara.

A depender da idade das crianças, também é possível com esta atividade iniciar uma conversa sobre o ciclo da água e outros ciclos da vida. Observem as nuvens no dia a dia, refletindo sobre como a presença ou não delas influencia na umidade do ar e como isso se converte na qualidade da nossa respiração.

3. Insira a lavagem ecológica da louça, se não sempre, ao menos de vez em quando

Ensinar as crianças a lavar a louça é importante para formação e autonomia de futuros adultos funcionais. Lembre-se de, neste momento, ressaltar técnicas de lavagem que sejam mais responsáveis, como tirar o resto de comida do prato antes de lavar, deixar os talheres de molho por alguns minutos e fechar a torneira enquanto ensaboa a louça, utilizando a mão para retirar o sabão no enxágue. Além disso, é possível também tentar a lavagem ecológica que consiste em separar duas bacias com água, uma com sabão e outra sem. Passe toda a louça na bacia com sabão, utilizando a bucha (de preferência vegetal) para tirar a sujeira. A seguir, utilize a água da outra bacia para enxaguar. Como a louça estará com pouco sabão da primeira bacia, você conseguirá enxaguar sem precisar abrir a torneira. Esta técnica é muito eficaz para economia de água e pode ser usada sempre que tiver uma louça do cotidiano sem muita sujeira ou gordura.

4. Diminua o consumo de descartáveis

Evite o uso de produtos descartáveis, mesmo os recicláveis. Tanto a produção como a reciclagem dos descartáveis envolve o consumo de muitos litros de água. Segundo o IVEPESP (Instituto para Valorização da Educação e Pesquisa do Estado de São Paulo), uma folha de papel A4 por exemplo gera um consumo de até 10 litros de água em sua produção na indústria. Mais do que deixar de consumir, converse com as crianças quando estiverem comprando, justificando e embasando seus critérios de seleção.

No Brasil temos 12% de toda a disponibilidade de água doce do mundo.

5. Conversem sobre a relação entre o consumo de água e a produção de nossos alimentos

Converse com as crianças sobre o impacto do consumo de água na produção de alimentos do cotidiano da família, em especial com relação ao consumo da carne. Estima-se que a produção de 1 quilo de carne bovina gaste em média 15 mil litros de água. Adote para a família um dia sem comer carne e tentem fazer cálculos para estimar a quantidade de água economizada. Chame as crianças para participar!


Este conteúdo foi útil para você? Acompanhe nosso perfil na Instagram, onde compartilhamos cada vez mais ideias, pessoas e produtos que visam um mundo melhor para nossos filhos.

compartilhe esse carinho

Você também vai gostar de ver

29/02/2024 • Saúde e bem-estar

Dicas para uma introdução alimentar de qualidade

ver artigo completo
27/02/2024 • Família

Ter relações sexuais próximas à criança, pode interferir no seu desenvolvimento e causar traumas.

ver artigo completo
22/02/2024 • Saúde e bem-estar

A importância da educação sexual para as crianças

ver artigo completo
20/02/2024 • Educação

Brigas entre irmãos: como lidar para criá-los respeitando suas individualidades

ver artigo completo
Ver mais publicações

Nossos temas favoritos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: