Quem somos

Designers

Alguns anos depois, em 2022, duas de suas filhas, Luciana e Clara Lima, agora já adultas e formadas em arquitetura, unem-se ao sonho de sua ancestral, dando nova vida e roupagem ao empreendimento da família, com um olhar atualizado e atento às novas demandas da moda e do comércio no mundo digital.

“Observo que minha mãe é uma pessoa muito sensível e criativa, está sempre criando, seja novos modelos de roupa ou até mexendo na casa, fazendo reformas. Ela é uma pessoa que tem a necessidade de estar sempre criando”, nos conta Luciana. A filha relata com carinho a personalidade criativa de sua mãe e aponta que, para si, o curso de arquitetura, embora não tenha sido escolhido com essa finalidade, contribuiu como embasamento para sua dedicação à Boi da Cara Preta. Clara observa profunda conexão entre a arquitetura e a moda:

Acho que a arquitetura e a moda dialogam muito, a arquitetura trouxe bastante bagagem para meus investimentos com a moda.

Clara Lima

A Boi da Cara Preta é realmente um doce sonho! A paleta de cores é lúdica, bem escolhida e trabalhada por meio de modelagens incríveis, confortáveis e que caem muito bem tanto para um passeio no parque no meio da tarde, quanto para uma festa de aniversário, por exemplo. Os bordados são encantadores, exclusivos e feitos à mão por um grupo de talentosas artesãs.

A produção é toda em slow fashion, feita com a calma de um sono tranquilo. As designers não abrem mão de que as peças sejam feitas com muita atenção, e isso se reflete em sua relação com a equipe de artesãs. O recurso humano é altamente cuidado e valorizado. As bordadeiras são vistas como peça fundamental para a alta qualidade dos produtos, razão pela qual os bordados manuais são, primeiramente, bem remunerados com pagamento justo, além de produzidos em um ritmo que busca as relações com bons vínculos entre as colaboradoras e forte humanização do processo. 

E o resultado não poderia ser outro. Ao olharmos com atenção para os detalhes das peças bordadas, notamos o cuidado e minúcia com que é feito cada um dos pontos que as compõem.

Trata-se de uma trama de talento, espírito criativo, ancestralidade e beleza!
O Vestido Cherry é um excelente exemplo. Ele é feito em design clássico com uma gola redonda belíssima, bordada de pequenas cerejas, que tornam a peça alegre, confortável e convidativa a momentos de alegria e aprendizado. Outro destaque é para a Bata Flora, uma peça de manga longa feita com tecido muito confortável e um charmoso bordado de folhas e galhos na lateral. Combinam muito com uma tarde de sol e sorrisos!

BCP

Vestido Cherry

BCP

Casaco Gipsy

A matéria-prima é toda escolhida a dedo, utilizando apenas tecidos nacionais e extremamente confortáveis

para que as crianças possam se divertir, sem o risco de irritação na pele e dermatites. 

A escolha de uma peça da Boi da Cara Preta significa não apenas levar a beleza, o conforto e o charme dos lindos bordados manuais, mas também contribuir com um projeto familiar, feminino e humanizado, que vai acompanhar a sua família em momentos calmos e belos, tal qual um sonho bom.

compartilhe esse carinho

Conheça mais conteúdo sobre nossos parceiros

28/11/2023 • Dacosta Verde

Estilo e sustentabilidade em bolsas multifuncionais

ver artigo completo
11/10/2023 • Designers

Enfant Bisu: roupas infantis clássicas e confortáveis pela celebração da infânciaEnfant Bisu:

ver artigo completo
04/10/2023 • Designers

Protetor solar infantil natural, vegano, hipoalergênico e amigo da vida marinha: Mami Wata

ver artigo completo
30/09/2023 • Bertha e Jerome

Bertha e Jerome: o encontro entre o básico, o essencial e o irreverente em roupas sem gênero para crianças de 1 a 10 anos

ver artigo completo
Ver mais publicações

Conheça mais parceiros que amamos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: