Quem somos

Saúde e bem-estar

Benefícios nutricionais do caldo de ossos

Saúde e bem-estar

Benefícios nutricionais do caldo de ossos

Como um alimento tradicional pode se tornar uma excelente opção para a nutrição da nossa família

31/07/2022

Uma das preocupações mais comuns que vêm à nossa mente ao planejarmos o cardápio de amanhã é uma nutrição balanceada e completa para a família. Em especial em algumas fases, quando algumas crianças parecem se recusar a comer determinados alimentos, aparentemente só querem massa, arroz ou carboidratos simples. Conheça o caldo de ossos, uma opção simples, fácil de fazer e que oferece uma série de benefícios nutricionais para a alimentação balanceada da família.

O caldo de ossos é um alimento tradicional que consiste em cozinhar algumas partes não comestíveis das carnes para não apenas aproveitar os nutrientes, como também acrescentar sabor às refeições. Pode ser feito com ossos, cartilagens e tecidos conjuntivos de qualquer animal: carne bovina, frango, porco, vitela, peru, cordeiro, peixe, o que tiver.

A receita abaixo é a base de carnes bovinas, com cortes selecionados por serem tecidos cartilaginosos ricos em colágeno. Caso você não ache os cortes especificados, pode ser utilizado qualquer osso bovino, como a costela, por exemplo. O problema da costela é o sabor mais acentuado, que acaba sendo passado para o caldo. Há quem prefira o uso dos ossos de frango, que pode ser feito com a própria carcaça. Neste caso, Valéria sugere sempre adicionar pés de frango para que consiga mais colágeno
também. Ela também recomenda adicionar pés de frango ao caldo bovino para dar uma amenizada no sabor, ou seja, são muitas as opções! Vale conversar com seu açougueiro, já que ele pode estar disposto a contribuir com os pedaços de carne sem custo ou baixo custo, quando foram cortes geralmente não comercializados.


Como fazer caldo de ossos

Ingredientes
● 1 mocotó
● 1,5 kg de ossobuco
● 4 litros de água fria filtrada

● 1/2 xícara de vinagre de maçã ou limão espremido
● 6 talos de salsão, cortados em pedaços grandes
● 3 cebolas, cortadas em pedaços grandes
● 3 cenouras, descascadas e cortadas em pedaços grandes
● 1 alho poró, em pedaços grandes
● 5 cravos
● 10 grãos de pimenta branca
● Sal e pimenta do reino a gosto

Passo a passo


É muito simples! Basta colocar todos os ingredientes – com exceção das verduras – em uma panela grande e levá-los para ferver. O vinagre é importante porque ajuda a “dissolver” os nutrientes dos ossos e mantê-los na água para depois ser consumido.
Quando iniciar a fervura, abaixe o fogo e deixe tudo fervendo de maneira leve em um fogo bem baixo.


O tempo de cozimento varia a depender do osso que está sendo cozido. Quanto maior o osso, maior será o tempo de cozimento. A Valéria recomenda que os ossos de frango, por exemplo, devem ser cozidos por cerca de 8 horas ou mais, ao passo que os ossos bovinos e de cordeiro necessitam de 12 até 24 horas, e pode estender até 48 horas, a depender do tamanho. Para esta receita bovina, o recomendado é 24 horas de cocção.


Após o cozimento, basta coar, deixar esfriar para armazená-lo e utilizar em suas receitas, ou até consumir puro, como caldinho mesmo.


Como armazenar o caldo de ossos


Como o tempo de cozimento é longo, você pode fazer em grande quantidade e armazenar. Ele dura na geladeira por até cinco dias, mas também pode ser congelado.

Neste caso, o ideal é congelar em pequenas porções. Uma boa opção é pôr para congelar em forminhas de gelo. Depois que estiver congelado, você retira da forma e guarda em saquinhos ou recipientes maiores. O formato do gelo, por ser pequeno, permite a você um controle mais preciso da quantidade a ser usada nas receitas.


Como usar o caldo de ossos no dia a dia


O caldo de ossos costuma ser consumido puro, mas pode também ser usado para enriquecer qualquer prato cozido. Acrescente-os ou use-os em lugar da água ao

cozinhar os legumes, sopas, papinhas (depois que o pediatra do seu filho liberar o
consumo de carne), feijão e grãos em geral. É possível também utilizar para cozinhar
arroz, purês e cremes vegetais, como os de batata, mandioquinha, cenoura ou mandioca.

Quais são os benefícios do caldo de ossos


O caldo de ossos é muito nutritivo! Segundo a nossa estrela-nutricionista, Valéria Jacob, os benefícios variam a depender de quais ossos são utilizados, mas em geral, os ossos de animais são ricos em colágeno, cálcio, magnésio, potássio e minerais importantes para fortalecer os nossos ossos. Ossos de peixe, em especial, também são ricos em iodo, essencial para a saúde da tireoide e para o metabolismo saudável.


Estudos indicam que o caldo de ossos protege a mucosa do trato digestivo, ajuda a manter a função da parede intestinal, pode prevenir e tratar o intestino solto. Os aminoácidos contidos no caldo de ossos também possuem fortes efeitos anti-inflamatórios. Contudo, um dos principais benefícios nutricionais do caldo de ossos é a ingestão do colágeno. Os ossos, tendões e ligamentos dos animais são ricos em colágeno que, quando cozido, converte-se em gelatina, muito importante para a saúde das nossas articulações e da nossa pele.

 

E além de tudo isso, sabe aquele conforto que obtemos ao beber um chá (sem cafeína), um leite quente ou um caldinho antes de dormir? Este não é apenas um ato ritualístico, estudos apontam que o consumo de caldo de ossos antes de dormir ajuda a regular o sono, melhora as funções mentais e a memória.

Experimente fazer o caldo de ossos na sua casa aproveitando o que seria descartado das carnes, evitando o desperdício, ou, caso seja de seu costume comprar as carnes já separadas dos ossos, peça ao açougueiro uma porção apenas de ossos, o que costuma ser bem barato. Aos poucos, você pode ir experimentando, e combinar, por exemplo, ossos de diferentes animais no mesmo caldo, ou ainda com variedade de ervas e legumes.

Gostou? Conheça mais ideias, dicas e temas relacionados à saúde e bem-estar para seu dia a dia em família em nosso site.

compartilhe esse carinho

Você também vai gostar de ver

29/02/2024 • Saúde e bem-estar

Dicas para uma introdução alimentar de qualidade

ver artigo completo
27/02/2024 • Família

Ter relações sexuais próximas à criança, pode interferir no seu desenvolvimento e causar traumas.

ver artigo completo
22/02/2024 • Saúde e bem-estar

A importância da educação sexual para as crianças

ver artigo completo
20/02/2024 • Educação

Brigas entre irmãos: como lidar para criá-los respeitando suas individualidades

ver artigo completo
Ver mais publicações

Nossos temas favoritos

[optin-monster-inline slug="ecs7dujpozunqs1bing6"]

Desenvolvido por: